Fiama

Planejamento financeiro: como se organizar para comprar o primeiro apartamento?

O planejamento financeiro é o primeiro passo na conquista do sucesso em todas as áreas da vida. Na hora de comprar um imóvel, não é diferente: é fundamental que você tenha uma vida financeira organizada para descobrir qual imóvel comprar, qual financiamento fazer, valor das parcelas, valor da entrada e, claro, negociar as melhores condições de pagamento de acordo com a sua renda e as condições de pagamento que possui.

Ter uma vida financeira organizada irá te ajudar a fazer uma compra com mais tranquilidade. Afinal, seu orçamento não ficará prejudicado e você estará preparado para possíveis gastos que podem surgir.

Nesse momento, é necessário se lembrar que o valor de compra do imóvel não inclui algumas taxas que precisam ser pagas no processo.

Ainda não se organizou financeiramente? Então confira as nossas dicas:

  1. Defina as suas metas

O primeiro passo para organizar sua vida financeira é definir as metas. Quais são seus objetivos? Quais sonhos você tem e deseja alcançar?

Ao responder essas perguntas, você saberá definir suas prioridades e necessidades, tendo agora um motivo para adaptar sua rotina para poupar e organizar financeiramente.

Se a compra de um apartamento for um dos seus objetivos, é preciso organizar o passo a passo para conquistar essa meta, além de ter calma e paciência. Afinal, aquisições de alto valor exigem mais tempo de planejamento e estruturação financeira para que sejam conquistadas sem bagunçar as suas finanças e o seu dia a dia.

  1. Estabeleça todos os prazos possíveis, considerando sua realidade

Agora que você sabe quais são as suas metas e objetivos, é hora de considerar os prazos para cumpri-los. Se o seu objetivo é comprar um imóvel, sua meta é conquistar x reais por mês para realizar esse sonho.

Os prazos de cada conquista vão te ajudar a aumentar o incentivo para que as metas sejam cumpridas pouco a pouco e você se ver cada vez mais próximo da realização do seu sonho.

É necessário que você faça algumas análises, através de profissionais financeiros e corretores de imóveis, que vão te ajudar a ter uma melhor perspectiva da sua realidade e do caminho para comprar seu apartamento. Com essa consultoria profissional, você poderá estabelecer prazos reais, que fazem sentido de acordo com a sua realidade e as suas condições de pagamento.

  1. Organize-se: tenha uma planilha de ganhos e gastos

Ter uma planilha para organizar seus ganhos e gastos é fundamental. Muitas pessoas sequer sabem para onde vai todo o salário no fim do mês, justamente por não acompanharem onde estão suas maiores despesas.

Por isso, se você quer melhorar a sua vida financeira, comece hoje mesmo a organizar suas finanças. Em uma planilha, é preciso anotar:

Todas as suas fontes de renda, e quanto você realmente recebe por mês.

Os gastos fixos, como água, luz, telefone, aluguel, plano de saúde e internet;

Os gastos variáveis, como cartão de crédito, supermercado, restaurantes e compras pontuais.

Os gastos em fins de semana, como a conta do bar em que você foi no sábado, por exemplo.

Os gastos futuros: onde você irá estabelecer o que você precisa comprar nos próximos meses, como um novo eletrodoméstico por exemplo, e saberá exatamente quanto ele custa e quanto você precisa ter para comprá-lo à vista.

Anote diariamente todos os gastos que forem realizados para entender quais são suas maiores despesas e onde você tem gastado o seu salário.

Isso irá te ajudar a ter uma visão geral e mais completa do que está acontecendo na sua vida financeira, ajudando a identificar gastos supérfluos e oportunidades de economia.

  1. Adquira o hábito de poupar sempre que possível

Aprender a poupar é fundamental, e está na hora de inserir essa atividade no seu planejamento. Educar-se para poupar não é uma das tarefas mais fáceis, mas é possível e necessário para que você consiga alcançar o seu objetivo maior, que é a compra de um imóvel.

Comece aos poucos, com pequenas atitudes: você realmente precisa daquele combo de tv e internet com tantos canais? Você pode reduzir para um plano mais econômico e vantajoso, que te atende sem excessos.

Almoçar fora duas a três vezes por semana? Talvez seja melhor aproveitar uma comida feita em casa, ou levar lanches para o trabalho, em vez de comer na rua.

No início essa tarefa pode parecer difícil, mas com o tempo você perceberá o quanto está economizando, e encontrará ainda mais motivação para seguir essa rotina durante os próximos meses.

  1. Analise sua rotina e corte alguns gastos

Agora que você possui o hábito de anotar todos os seus gastos e realmente conhece as suas despesas, é hora de cortar alguns deles.

Se você está matriculado em uma academia e não frequenta, por que continua pagando?

As idas ao mercado resultam em muitos produtos que acabam estragando e vencendo esquecidos na geladeira? Talvez seja a hora de parar de comprar esses itens, reduzindo o desperdício de dinheiro.

A televisão fica ligada mesmo sem pessoas para assistir na sala?

Você compra coisas novas o tempo todo ou tenta ajustar o que está estragado para funcionar por mais tempo?

Todos esses cortes de gastos e economia podem te ajudar a economizar uma graninha a mais no fim do mês, sem impactar a sua rotina, te deixando mais próximo da realização do sonho da casa própria.

Passo a passo para comprar o primeiro apartamento: descubra o que você precisa fazer

Se você está pensando em comprar o seu imóvel mas não sabe por onde começar, é preciso conhecer o passo a passo para realizar esse objetivo.

A primeira coisa que precisa ser entendida é a necessidade de criar responsabilidade e paciência para organizar bem as finanças, juntar um alto valor poupando para dar entrada em um imóvel e realizar o seu sonho da casa própria.

Para que você faça um bom negócio e consiga realizar esse objetivo, separamos algumas dicas práticas.

  1. Faça uma pesquisa de mercado

Procure informações sobre o mercado imobiliário para entender qual é a média de preço por metro quadrado nos bairros que você tem interesse de adquirir um imóvel.

É interessante pesquisar também sobre as formas de pagamento disponíveis, quais instituições financeiras podem te ajudar e se é mais interessante fazer uma compra junto com as construtoras.

  1. O que é melhor: imóvel novo ou usado?

Nesse período, é interessante analisar as duas opções e fazer um levantamento dos prós e contras de imóveis novos e usados. Confira os preços, condições de pagamento e busque entender qual dessas opções é mais interessante para você e o que você precisa no momento.

  1. Estude as formas de pagamento

Existem várias formas de adquirir um imóvel e pagar por ele. Por isso, é preciso que você acompanhe as melhores formas de pagamento, de financiamento e valores de imóveis para estipular o valor das parcelas que você pode e irá pagar.

Não se esqueça de entrar em contato com um corretor de imóvel se possível: os corretores vão te ajudar a identificar quais são as taxas de juros sobre o valor das parcelas e os outros valores que precisam ser pagos ao longo do processo de compra, como taxas. Assim você evitará surpresas futuras durante a aquisição do imóvel.

Conclusão

Comprar um apartamento é uma decisão importante, e que pode ser fundamental na vida de um jovem. Com esse investimento, você estará começando a criar o seu patrimônio, sua independência e aprender a organizar sua vida, permitindo que conquiste outros objetivos e metas.

Seguindo as nossas dicas, você conseguirá organizar suas finanças e realizar o sonho da casa própria.

Você tem alguma dúvida sobre a compra de um imóvel? Entre em contato conosco!

 

 

Escrito por Construtora Renault Diniz